Brasileirão 2024: quando vai começar o campeonato?

As equipes que participarão deste jogo inicial ainda não foram oficialmente divulgadas

Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou o calendário completo com todas as datas para a temporada do Campeonato Brasileiro 2024A competição está programada para começar em 14 de abril, com término previsto para 8 de dezembro.

A novidade anunciada pela CBF é que esta será a primeira edição do Brasileirão a começar com uma partida comemorativa na primeira rodada. As equipes que participarão deste jogo inicial ainda não foram oficialmente divulgadas, mas é provável que o campeão de 2023 esteja entre os times presentes.

Onde assistir ao Brasileirão 2024?

A  transmissão do Campeonato Brasileiro de 2024 permanece sob o controle dos canais da Rede Globo, incluindo a TV Globo, Premiere e SporTVNo entanto, este ano marca o último ano de contrato exclusivo da emissora, já que a partir de 2025 entrará em vigor a “Lei dos Mandantes”.

Neste novo modelo de transmissão a partir de 2025, os clubes terão autonomia para decidir, seja individualmente ou por meio da formação de uma liga organizadora, com quais parceiros desejam firmar contratos para a transmissão das partidas realizadas em seus respectivos estádios.

O Athletico Paranaense, que optou por rescindir seu contrato com a Globo, provavelmente continuará a transmitir seus jogos realizados na Ligga Arena/Arena da Baixada através da CazéTV. Atualmente, além do canal do streamer Casimiro Miguel, os jogos também são transmitidos pelo TNT e pelo aplicativo do clube (Rede Furacão).

Como a temporada do Brasileirão 2024 vai funcionar?

Brasileirão 2024 manterá o formato tradicional de pontos corridos, com 20 equipes competindo pelo título nacional. Serão disputadas 38 partidas ao longo de dois turnos.

O Palmeiras, sendo o maior campeão, conquistou o título consecutivo em 2022 e 2023 e buscará o segundo tricampeonato na história dos pontos corridos. A única vez que um clube alcançou esse feito foi o São Paulo, que foi tricampeão em 2006, 2007 e 2008.

Com o rebaixamento do América-MG, Coritiba, Goiás e Santos, os clubes promovidos da segunda divisão para substituí-los são Vitória, Juventude, Criciúma e Atlético-GO.